sexta-feira, 15 de abril de 2011

liberdade

tenho preso o futuro dentro das mãos
trago no cérebro a força criativa dos homens
e não posso libertá-los enquanto for cativo
do passado, do presente e dos patrões.

1 comentário:

jagga nathan кешин disse...

tenho os passados vivos

e rosas e cravos

não deram perfume

só geram cativos

e sonhos escravos

e cinzas sem lume