segunda-feira, 5 de julho de 2010

ver no escuro

todos nós podemos caminhar no escuro,
pelas vielas perdidas,
pelas ruas escondidas,
caminhar sob a chuva fria,
e sentir escorrer-nos pela fronte a água,
sentir nos lábios o sabor mais puro,
todos nós podemos,
podemos trilhar as vias da tristeza,
da dureza,
saltar o precipício e encarar nua
a morte e o futuro.
podemos caminhar sobre a terra ardida,
queimar os pés nas brasas que antecedem as cinzas,
ou voar pelo céu sem estrelas, navegar sem uma constelação,
e por aí nos perdermos sem sextante ou astrolábio.
todos é certo
podemos caminhar.
contudo,
espero,
que só chegue quem queira mesmo mesmo chegar.

3 comentários:

Sal disse...

Lindíssimo.
Posso partilhar?

pedras contra canhões disse...

isto está online... se não fosse para partilhar guardava no HD :P

eheheh.
obrigado.

Maria disse...

Tão belo!!!!
E nós queremos mesmo, mesmo chegar...

:))