segunda-feira, 28 de novembro de 2011

ausência

a mensagem do silêncio é a totalidade.

3 comentários:

Anónimo disse...

A ausência é que é a totalidade. A mensagem é uma tentativa de comunicação entre emissor e receptor. GP

pedras contra canhões disse...

se tu fores o receptor e o silêncio for o emissor, e souberes interpretar a mensagem, talvez consigas ter o mesmo resultado.

mas, claro, tens razão. o que não me importa nada, na realidade porque o amor também não é fogo que arde e não se sente, porque na verdade, amor não é fogo e o fogo sente-se, na maior parte dos casos, a não ser que seja um plasma de tão baixa energia que não queime. De toda a forma, e longe de comparar as minhas pobres metáforas às de Camões, resta-me crer que, sendo eu o emissor, e o leitor o receptor, a mensagem passe consoante a vontade de cada um.

Se não passar também não me chateia.

M. disse...

também as tuas letras na realidade não são ígneas mas "calor" é coisa que não falta nos teus escritos... "E, no entanto, move-se"